Arquivos de sites

Dia seguinte da Re Bordosa

Desculpem-me o descaso com o blog, mas eu odeio o meu trabalho.

 

Trabalhar que nem um burro de carga e não receber no fim do mês é o cúmulo, mas ainda acontece.

 

Em outras palavras, to sem dinheiro pra ir num boteco de esquina pra tomar uma gelada. Então, vai aí mais um vídeo pra descontrair e esquecer, mesmo que momentaneamente, que o meu trabalho é uma merda!

 

 

Agora, voltemos à realidade! =D

Anúncios

Top 5: filmes de bebedeira

Companheiros cinéfilos (ou necrófilos, não temos preconceitos). Hoje a nossa listinha é para você, que adora filmes non-sense de pessoas bêbadas, caindo, uma mistura de Leslie Nielsen com Jeremias. No nosso Top Five, você vai encontrar:

 

  • Filmes bobos
  • Filmes educacionais
  • Mulheres peladas (isso foi só para por nas tags)
  • Cerveja
  • Brad Pitt pelado (ok, vou parar com as tags)

 

A maioria dos filmes são ridículos, mas sabe como é, encher o caneco e passar vergonha são bem próximos…

 

 

 

5. Mal Posso Esperar (Can’t Hardly Wait, 1998, EUA)

 

O elenco desse filme é composto por ex-atores infantis, pessoas que saíram de minisséries para tentar papéis sérios e o Seth Green, que está em todos os filmes babacas de adolescente.

 

 

 

Apesar de tudo isso (momento vergonha alheia on)… Eu adoro esse filme. A famosa revolução dos nerds, sabe? O nerd não faz sucesso, o nerd não pega ninguém, o nerd bebe, o nerd é amado por todos. A melhor cena é dele dançando “Paradise City” totalmente bebum no meio da festa. Impagável.

 

 

 

4. Regras da Atração (The Rules of Attraction, 2002, EUA)

 

Sim, mais um filme de ex-atores de seriado bobinho de adolescente, só com uma diferença: te faz pensar. É um bom filme para você assistir quando estiver se lamentando que precisa parar de beber, que sua vida é vazia, seus pais não te dão atenção e você é um imprestável… Bom, é um filme emo, mas é bem legal. Esse filme deve ser visto pelas meninas que enchem a cara e se jogam em cima do primeiro coitado que aparece. A cena é nojenta, mas poderia acontecer com você. E com você. E com você que só se veste de mulher.

 

 

 

 

3. Detroit Rock City (Detroit Rock City,1999, EUA)

 

Bom, é um filme sobre jovens dos anos 70 que adoram Kiss. O que mais esperar, além de drogas, sexo e momentos de vergonha total? O filme é fraco, mas entrou no Top Five por uma cena grotesca de bebedeira: em determinado momento, o menininho do Exterminador do Futuro (que voltou ao passado) enche a cara de whisky e vai fazer um strip. Segue abaixo o vídeo com uma cena no YouTube. Vale a pena conferir, principalmente se você estiver almoçando. Uma boa maneira de você rever aquele seu passado negro, quando não sabia a hora de parar e só dava vexame (no meu caso, o passado, o presente e o futuro são negros… triste não?).

 

 

 

 

2. Um Convidado Trapalhão (The Party, 1967, EUA)

 

Esse filme está em todas as listinhas de filmes engraçados, filmes geniais e filmes do Peter Sellers. Mas o motivo para entrar nesse Top Five é o garçom. Para quem não assistiu, o garçom é o charme extra do filme. Ele começa bebendo um copo e termina em uma festa com um elefante na piscina. Imagina a insanidade da história. Apesar da cena de bebedeira ser mínima, esse filme entrou porque é engraçado. Bebum sempre é bom em qualquer filme (por que você acha que os Trapalhões acabaram, ein?)

 

 

 

 

1. Despedida em Las Vegas (Leaving Las Vegas, 1995, EUA)

 

Bom, esse filme, além de ser um dos meus favoritos, é o melhor filme de bebida que tem. Apesar de ser deprimente e eu ter chorado no final, acho sensacional a mensagem. Um cara, alcoólatra total, decide acabar com a vida bebendo até morrer. Meu, se um dia eu souber quando vou morrer, eu vou encher a cara, comer todas as frituras do mundo e fumar um maço por minuto! Apesar disso, o filme surpreende também pela musica e pelo Nicolas Cage com entradas de cabelo bem menores. Vale a pena assistir, a não ser que você tenha acordado meio emo hoje.

 

 

 

 

Amiguinhos, esse foi mais um Top 5. Aliás, vocês viram que o CQC chupinhou a gente? Absurdo, não? Ok, eu perdôo porque ta ó-te-mo o programa. Vamos encerrar por hoje, ok?

 

Beijos na bunda e até segunda, se Deus quiser! Um beijo gente, tchau tchau.

%d bloggers like this: