Arquivos de sites

Picolés para menores de 18 anos?

Mais uma rapidinha:

“Kibon aposta em picolé de cerveja e whisky para a Copa do Mundo


Uma novidade promete agradar ao paladar de ‘adultos’ que apreciam picolé, cerveja e whisky. A Unilever, detentora da marca de sorvetes Kibon, lançará um sorvete que pode provocar polêmica entre os mais conservadores.

Trata-se dos picolés sabores cerveja e whisky. E não apenas o sabor o sabor será inovador, mas a composição também. É que os sorvetes conterão álcool, é isso mesmo! O comentário, a seguir, foi de John Hifman, diretor de marketing da empresa:

“Os picolés de cerveja terão 8% de álcool em sua composição e os de whisky 40%, além de ervas aromáticas que darão ao produto um gosto inigualável”

Os picolés de cerveja e whisky serão postos à venda em março, somente na Inglaterra, onde foi produzido. Durante a copa do mundo, os sorvetes serão uma das atrações e só serão vendidos na África do Sul e parte da Europa ocidental. Deverão começar a ser vendidos no Brasil apenas em agosto desse ano.

Não custa nada lembrar que os picolés serão proibidos para menores de 18 anos.”

Tipo “meus sonhos estão se tornando realidade”? hahahahaha

———————–

Dica do @andrecostabr que viu no CriaDesign Blog.

Anúncios

Picolé de caipirinha?

Segue a matéria da Folha Online:

“O conhecido chef espanhol Ferran Adriá apresentou em um congresso de gastronomia em Madri, na Espanha, um picolé de caipirinha.

O picolé é servido como parte de um aperitivo em um copo com gelo picado nas bordas. O palito, de um centímetro de espessura, é cortado da cana-de-açúcar e os ingredientes da caipirinha –cachaça, raspadura de lima e açúcar demerara– são congelados com uma técnica do nitrogênio líquido, desenvolvida por Adriá.

Por último, o palito é salpicado com cristais de ácido cítrico granulado e servido no copo com gelo. O coquetel deve ser mastigado para se saborear a combinação dos elementos.

Adriá, dono do famoso restaurante El Bulli, apontado há quatro anos consecutivos como o melhor do mundo pela revista “Restaurant Magazine”, apresentou e disponibilizou a novidade para degustação do público do Madri Fusión 2010 durante sua aula-palestra no seminário Teatro das Ideias do fórum gastronômico.

A caipirinha comestível é vendida no restaurante de Adriá, onde o preço médio para um jantar individual está em torno de mil reais (cerca de 312 euros).”

Leia a matéria inteira aqui!

————————————–

Chef espanhol? Bebida brasileira? Porra, por que nenhum brasileiro pensou nisso antes?

Agora eu to com vontade. O que eu faço? Vou pra Espanha?

Quero nem saber, algum boteco aqui perto de casa vai ter que tentar fazer. E tenho dito! =P

%d bloggers like this: