Category Archives: Pra quebrar o silêncio

Pra você, amigo que não sabe o que falar. E pra você que fala na hora errada.

BoTeQueira like a boss

Anúncios

Drinkify: combine a música com um drink

Quem está no Facebook deve ter visto (ou em breve verá) algum amigo compartilhando o link do Drinkify.

Este site surgiu de uma idéia bem simples: a combinação entre a música e a bebida. Vai dizer que nunca teve dúvida do que ouvir enquanto tomava um vinho, ou o que beber enquanto ouvia “É o tchan“?

Obrigado aos criadores Hannah Donovan (@han), Lindsay Eyink (@leyink) e Matthew Ogle (@flaneur). Problema resolvido.

O mundo na visão de um bêbado

SEMPRE ASSIM!

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Vi no Cogumelo Louco.

Folha elege melhores bares de Sampa!

A Revista sãopaulo, publicada aos domingos na Folha de S. Paulo, elencou os melhores restaurantes e BARES! O especial O Melhor de sãopaulo se baseou na pesquisa da Datafolha e em um júri. No total, foram 1.455 pessoas consultadas e 100 pessoas fizeram parte deste júri. Quem quiser entender um pouco do processo, há um audiocast do jornal aqui.

O público escolheu o Bar Brahma, Juarez e Bar do Luiz Fernandes.

Já o júri elegeu Bar Léo (Chope), Mercearia São Pedro (pé-sujo), São Cristovão e Mercearia São Pedro (happy hour), Veloso (caipirinha), Frangó (Carta de Cerveja), Dry martíni – Bar Dry (drinque), Bar do Estadão (Fim de noite), Studio SP (Música ao vivo), Eu Tu Eles Bar (para paquerar), Bar da Dida (GLS) e Skye (em hotel). Eles ainda escolheram a melhor área de fumantes: Bar da Dida e Lions.

Os 100 jurados foram divididos pelo bolinho de bacalhau do Espírito Santo, o bolinho de arroz do Ritz e as coxinhas do Veloso e do Z Carniceria.

Vale dar uma olhada na página do especial. A Folha fez segmentações por regiões, separou a pesquisa em várias categorias e disponibilizou outras informações do ranking.

Aproveitando as dicas da matéria, semana passada fomos atrás da coxinha e da caipirinha do Veloso, e o resultado você verá no próximo post 😉

Trainee Ambev: o happy hour não é hora extra

Imagine ser mestre cervejeiro ou engenheiro industrial na companhia que abriga grandes marcas nacionais e que é reconhecida no mundo inteiro? Pois é. O Programa de Trainee Industrial 2011 da Ambev já está no ar!

Eles estão procurando jovens com muita vontade de trabalhar e, leiam bem, o programa não contará com um número específico de vagas, ou seja, a possibilidade de iniciar ainda em 2011 com todos benefícios que a Ambev oferece só depende de você.

Esse programa tem duração de 18 meses e quem entrar já começa como funcionário, com direito a 14º salário e vários outros benefícios! A idéia é rodar diversas áreas lá dentro e, no final, você pode ser alocado em algum projeto no Brasil ou até mesmo na gringa.

E aí você pergunta: eu posso participar? Quais os pré-requisitos?

– Conclusão do ensino superior até julho 2011 ou até dois anos de formado nos cursos superiores de Agronomia, Ciências Biológicas, Engenharias, Farmácia e Química;
– Fluência no idioma Inglês;
– Amplo conhecimento de Informática;
– Disponibilidade para se deslocar/residir em outros Estados, durante o período de treinamento e após o posicionamento.

Vale a pena? Sim e muito. Então #CORRÃO, porque as inscrições vão até o dia 1º de maio, neste domingo.

Quem quiser saber mais, clica aqui e boa sorte!

I’M BACK (AGAIN)

O segundo copo do, leia com calma, Botequeiros está de volta à mesa. Fiquei afastado por um combo bizarro de muita falta de vontade somada a trabalho, estresse e o menor saco de enfrentar um bar. Sim, você leu certo e repito: EU NÃO TIVE SACO DE IR A BARZINHOS DURANTE CERTO TEMPO.

O despertar desse período depressivo ocorreu quando ajudei uma amiga e ela agradeceu falando que ia pagar um “sorvete”. No meu planeta, os amigos sempre “pagaram” ajuda com cerveja!  Reconheci que estou passando a imagem de coroinha e parti pro bar.

O período longe do boteco me fez perceber que, sinceramente, não tenho mais paciência para muitas coisas. A luta já começa para deixar o carro no vallet (dêem uma olhada na matéria da Época São Paulo) ou em um estacionamento muvucado, passa na tentativa de conseguir uma mesa e encerra nas contas sempre erradas. Se você foi pra Vila Madalena no último ano, sabe do que estou falando.

Comecei a optar por bares próximos de casa ou até mesmo do outro lado da cidade e que não há grande estresse. Vou ilustrar isso no próximo post.

Eu sou o único a fugir da muvuca?

Carreta com 6.000 latas de cerveja é abandonada em sítio em Cambé-PR

Uma carreta com 6.000 latas de cerveja foi encontrada, na manhã desta quinta-feira (31), abandonada em um sítio, no patrimônio Bratislava em Cambé (16 km de Londrina). Uma denúncia anônima informou à Polícia Civil de que o veículo estava em uma chácara usada por uma empresa de reciclagem.

O dono da carreta é de Londrina e ainda não teve seu nome divulgado. Ele foi ouvido na manhã desta quinta-feira (31) na delegacia. O proprietário da carga é de Cambé e também deve prestar depoimento.

A Polícia Civil investiga se as latas de cerveja foram roubadas na divisa entre os Estados do Paraná e São Paulo, ou desviadas durante o transporte. O valor da carga é de aproximadamente R$ 95 mil.

 

Robin Hood boêmio. Certeza que ia distribuir entre aqueles que não têm condições de comprar a cervejinha nossa de cada dia. =D

Fonte: oDiário.com

Um manual completo para catapultar a ressaca

Estava procurando um e-mail antigo na minha caixa de entrada, quando encontrei um e-mail do meu pai:

“Lu,
Vou mandar algumas matérias que encontrei que acho poderia incrementar o Blog com informações importantes.
Veja a matéria – retirada do site Minha Vida

Nem lembrava disso. Bateu uma saudade do velho… =/

Segue uma das matérias:

—————————————————————————————————————————————————————-

Nada pior do que exagerar no álcool e sofrer com os desprazeres da indesejada ressaca do dia seguinte. A cabeça parece que vai explodir, o enjôo, a tontura, a fraqueza e uma sede de matar fazem você desejar nunca ter esvaziado um copo antes. Não é à toa que seu corpo está debilitado. Funciona assim: o organismo gasta glicose para metabolizar o álcool. Glicose é açúcar, açúcar é energia. Resultado: ficamos enfraquecidos.

O excesso de álcool também ataca o sistema nervoso central e provoca sono e irritação; corrompe mecanismos químicos cerebrais, ocasionando dor-de-cabeça; irrita as mucosas do aparelho digestivo, causando náuseas, vômito e diarréia; e inibe a ação do hormônio antidiurético, levando a sede e boca seca.

A zonzeira não pára aí. A ingestão excessiva de álcool pode trazer diversos prejuízos à saúde como o ganho de peso e acúmulo de gordura, principalmente na região abdominal. “O consumo crônico pode causar lesões cerebrais, diabetes tipo 2, úlceras e inflamações no estômago e intestino, hepatite, depressão, lesão nos rins, na bexiga, próstata e pâncreas, entre outras doenças” , alerta a nutricionista Fabiana Honda, da consultoria nutricional Patrícia Bertolucci.


Como evitar
1. Alimentar-se antes de beber é a regra de ouro contra a ressaca. “Quando bebemos de estômago cheio, os alimentos diminuem a difusão do álcool pelas paredes do estômago e retardam a passagem do álcool para o intestino, onde ele é rapidamente absorvido” , explica Fabiana. Dessa forma, o álcool entra gradualmente na corrente sangüínea e demora mais tempo para chegar ao cérebro.

2. Procure ingerir alimentos que irão proteger o seu fígado. É ele que fabrica a enzima que digere o álcool e, quando sobrecarregado, produz uma toxina que causa dor-de-cabeça. Dias antes, encare um suco de beterraba e alho para turbinar o orgão. Inclua na sua refeição alimentos com gordura poliinsaturada, encontrada em peixes e no azeite de oliva extravirgem. Então pegue a sua colher de azeite, despeje-a num prato, adicione sal e mergulhe pedaços de pão na mistura.

3. O ideal é beber moderadamente. A nutricionista Fabiana Honda aconselha intercalar a bebida com quitutes e copos de água. Dessa forma, o álcool não fica sozinho no estômago e, claro, você bebe menos, já que a barriga cheia reduz o espaço para as bebidinhas. “Os petiscos com carboidrato e/ou gordura retardam a absorção do álcool, por exemplo, uma torradinha com patê ou um pedaço de queijo” , recomenda. Dê preferência aos queijos, ricos em gordura, e às carnes, fontes de proteína, que facilitam a digestão do álcool. Castanha, amendoim, queijo e, para extrapolar, salaminho são bem- vindos. O sal e a gordura estimulam a secreção de substâncias estomacais que protegem o estômago do álcool. Mas evite petiscos muito salgados, que aumentam a sede a não ser que você opte por água.

4. Outra dica é colocar gelo ou água no drinque para diluí-lo ou intercalar bebidas não-alcoólicas e alcoólicas. Trocar a água por suco ou refrigerante também pode. Essas bebidas são ricas em carboidratos, que ajudam a metabolizar o álcool.

5. Embora a ressaca seja inevitável se você ingerir muito álcool, ela pode ser ainda pior: batidas, licores e uísque geram mais desconforto por causa da concentração e da mistura de substâncias.

6. Álcool e fumo formam uma dupla nefasta para o organismo. Quanto mais nicotina, menos oxigênio no sangue e mais rápido se dá o processo de intoxicação.


Como aliviar
1. A principal causa da ressaca é a desidratação provocada pelo álcool, um potente diurético que estimula a perda de líquido do corpo. Vá de água antes, durante e, principalmente, depois da bebedeira. Antes de dormir, ingira bastante água. Essa tática ajuda seu organismo a metabolizar o álcool enquanto você descansa. Se acordar para fazer xixi, tome mais água. Além de hidratar seu corpo, ela ajuda a eliminar o álcool e livrar-se das toxinas. Suco de acerola, limão e laranja também ajudam, porque bombeiam antioxidantes protetores e vitamina C no seu corpo. Beba isotônicos, para repor os sais minerais perdidos e abuse da água-de-coco, rica em potássio.

2. Evite o famoso cafezinho amargo, muitas vezes recomendado para diminuir a dor-de-cabeça. A bebida também tem propriedades diuréticas, ou seja, desidrata ainda mais o seu corpo.

3. Consuma alimentos de fácil digestão para não estressar ainda mais o organismo, já detonado pelo esforço de processar o álcool. “Para amenizar os efeitos da ressaca deve-se ter uma alimentação leve, pobre em gorduras, rica em frutas, vegetais e líquidos” , ensina Fabiana Honda. Inclua no cardápio os carboidratos complexos, como pão e biscoito de água e sal. O álcool aumenta a acidez e irrita a mucosa estomacal. Os alimentos secos e salgados desaceleram a produção de ácido. Essas comidas também dão energia para o fígado na hora de processar as toxinas e o excesso de bebida. Deixe de lado molho branco, queijos amarelos e fritura.

4. Embora alguns medicamentos ajudem a minimizar os estragos produzidos pelo álcool, como aqueles que unem analgésico (contra dor-de-cabeça), antiácido (contra a queimação no estômago) e antiemético (contra enjôos), nenhum é capaz de resolver tudo de uma só vez.

5. Por onde passa, o álcool causa baderna. Dentro da cabeça ele age nos neurônios daí a desinibição e a tonteira. Cerca de cinco horas depois da bebedeira as células cerebrais começam a se recuperar, mas ficam ultra-sensíveis. É por isso que a luz e o barulho incomodam tanto. No dia seguinte, os danos ainda são sentidos e é praticamente impossível se concentrar. Repouse. Mantenha a luz apagada, cortinas fechadas e fique deitado. Nesse momento o que o corpo mais pede é descanso.

6. Algumas ervas ajudam a renovar as células hepáticas e, assim, acelerar o processo de purificação das toxinas do álcool que estão no corpo. Chás de salsaparrilha, erva-picão, macela e erva-cidreira são excelentes desintoxicantes. Depois das refeições, o chá verde e o de hortelã facilitam a digestão. E, para uma limpeza mais completa do organismo, selecionamos três receitas de sucos poderosos, elaborados pela consultoria nutricional Patrícia Bertolucci.


Suco de couve e laranja
Ingredientes:
2 folhas de couve
suco de 8 laranjas
suco de 1 limão

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liqüidificador. Sirva gelado.
Rendimento: 4 copos
Calorias: 78 kcal por copo


Suco de maracujá com água de coco e gengibre
Ingredientes:
800 ml de água de coco
polpa de 1 maracujá
1 pedaço (1 cm) de gengibre

Modo de Preparo:
Bata os ingredientes no liqüidificador. Se desejar, acrescente pedras de gelo. Rendimento: 4 copos
Calorias: 53 kcal por copo


Suco de cenoura
Ingredientes:
1 cenoura
½ maço de salsinha
suco de 4 laranjas
2 fatias de abacaxi

Modo de Preparo:
Bata no liqüidificador todos os ingredientes e sirva.
Rendimento: 4 copos
Calorias: 78 kcal por copo

—————————————————————————————————————————————————————-
Bem dica de pai, né? =)

Sistema anti-cochilo #FAIL

Segue matéria do G1:


Sistema mede nível de alerta e indica horário para descanso de motorista
Fabricado na Noruega, aparelho é vendido pelo equivalente a R$ 460.
Equipamento emite avisos e exige interação para manter piloto acordado.

Sistema automatizado vendido na Dinamarca promete identificar, em tempo real, o nível de fadiga do motorista. Vendido por 1.500 coroas dinamarquesas, equivalente a R$ 460, aparelho pede para que motorista aperte botão para se manter alerta constantemente, e indica horários ideiais para parar o carro, deixar o volante e descansar. (Foto: Divulgação/ASP)

————————————————————————————–

Seria perfeito para nós, que adoramos um mézinho, não fosse o pequeno detalhe de forçar o motorista a ficar apertando essa p#rr@ de botão. Sério, quem tem saco pra ficar apertando botão quando tá sóbrio? Pior ainda alterado (Seja por sono ou pelo alcool. Ou os dois).

Dinamarca #FAIL

Dardos online!

Sexta-feira e você aí de saco cheio. E sim, você pode ter suas razões, mas a principal é que essa não é uma sexta comum, É VÉSPERA DE FERIADO!

Então, pra já ir relaxando um pouco, já que você sabe que vai pegar aquele puuuuuta trânsito no fim do dia, segue um joguinho viciante:

Só não deixa o chefe ver, cuzão! =D

%d bloggers like this: