Top 5 Momentos Vergonha Alheia

Olá coleguinhas, tudo bom com vocês? No Botequeiros de hoje vamos listar as 5 piores coisas que algumas pessoas já fizeram por causa da cachaça. Sim, hoje é o dia de mostrar que a cerveja entra, a verdade sai e as pessoas tombam!

Vamos contar histórias reais, do amigo do amigo do porteiro, de pessoas que perderam a compostura. Eu, como uma pessoa fina, não estou em nenhuma dessas histórias…

Portanto divirtam-se e comentem seus momentos de cana brava. Não tenham vergonha, nós não vamos rir de você…ha ha.

 

5. Tombo no croquete

Michelle estava na formatura de sua amiga, um pouco chapada. Depois de roubar cerveja da mesa alheia, Michelle se atracou com um ser misterioso. Para melhorar, derrubou cerveja na mãe da formanda, inventou uma identidade nova para se relacionar com os coleguinhas e, no auge da loucura, xavecou uma senhora (!) que estava acompanhada de sua filha e marido. Michelle realmente não presta. Mas o momento vergonha alheia que a colocou nessa lista foi seu tombo no croquete. Michelle caminhava torta de lá para cá quando de repente sumiu misteriosamente atrás de umas mesas, reaparecendo logo depois. Michelle culpa o croquete. O croquete falou que ela entrou sem dar seta. Ninguém prestou queixa.

 

4. Faz a fina e sai andando

Camilla a-do-ra uma balada gls. As bibas pulando, a Madonna gritando, as drags surtando… Mas Camilla não bebe socialmente, é uma pessoa fraca, bebe pouco, causa muito. E Camilla é um pessoa, digamos… grande. Quase gorda. Gorda. Bem gorda. Obesa mórbida. Seu cinto tem a circunferência dos meridianos. Ela estava bebinha quando de repente caiu. Sim, foi no dia do terremoto em São Paulo. Caiu e levou 5 pessoas junto. Quem olhava de cima viu a formação de uma cratera no meio da multidão na pista. Uma beesha vira para ela e fala: – Faz a fina e sai andando que é o uó cair na balada. Camilla parou de beber, entrou para a Curves e hoje é conhecida como Kate Moss.

 

3. Quebra tudo

Hellena tinha uma amiguinha que decidiu fazer uma festinha só para os amiguinhos intimozinhos. Hellena era miguxa, fofinha, usava rosa e fazia escova na franja. Hellena sofria de labirintite canosa: bebia e caia. Só que Helleninha foi além nesse dia. Ao dançar perto do rádio que ficava no chão, Helleninha fez um moonwalk presa ao fio da tomada, arrancando ele do aparelho. Envergonhada, começou a beber mais, pois precisava se soltar. E livre, leve e solta foi se aventurando ao se aproximar da televisão. Ao cair, levou a tv junto, acabando com os sábados animados da amiguinha. Helleninha frequenta o A.A, mas não perdeu a amiguinha, que conta essa história para todos que conhecem Hellena. Hellena continua solteira.

 

2. Karaokê do Diabo

Paullo F. era drogado e bebum. Louco, comemorou seu aniversário com os amiguinhos em um karaokê. Paullo estava tão chapado que xavecou uma senhora com obesidade mórbida e ela deu um fora nele. Deprimido, começou a invadir o palco e cantou com outras pessoas, acabando com as tentativas de American Idol da galera. Desiludido, foi embora passar mal. The End.

 

1. Festa do Trabalho*

*Festa de trabalho é momento de vergonha alheia, seja da tiazinha do financeiro dançando, até o anão do RH que xaveca todo mundo.

Alline é uma pessoa bonitinha (feia, porém arrumadinha) e foi para sua festa com a galera do trabalho. Começou tomando uma cervejinha e meia hora depois estava na sétima. Breosca, começou a conversar com um menino muito simpático e bonito. O menino trocou telefones com ela e foi embora. Alline, tosca, manda uma mensagem para o menino. Mensagem pornográfica. Bem suja. A palavra fuck estava no meio. Alline jura que vai parar de beber, mas hoje tem outra festa e ela já se esqueceu disso.

 

Beijos a todos. Me liguem, mandem cartas com os rótulos das cervejas. Mandem dinheiro também.

Anúncios

About Pri

Natural de São Paulo e naturalmente morena, Priscilla Maria Da Graça Guxa Meneguel queria ser escritora, mas foi ser publicitária porque precisava pagar o aluguel. Abandonou a vida hippie e agora usa calça social. Ela bebe para esquecer e esquece quando bebe. Quando lembra, escreve para o botequeiros. Apesar de agora ser uma yuppie capitalista, ela se esconde e vai ler "A História da Riqueza dos Homens" ao som de Jeffersons Airplane, acreditando que um dia o mundo vai ser melhor, sem mover uma palha óbvio, pois ela acredita na força do pensamento. Ela entorta colheres aos fins de semana...

Posted on 23/06/2008, in Caninhas, Choppzzz, Contos do pau d´água, Pra quebrar o silêncio, Todas and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. 7 comentários.

  1. Putz, é mta história. hahaha. Interioranos não tem muito o que fazer entre os 12 e 18 anos, resta churrasco, balada, bar e demais eventos etílicos. Essas histórias são as que lembro rapidamente, mas não são necessariamente minhas.

    – Correr em direção do amigo para derrubá-lo como no fut americano, escorregar, dar um mortal de frente, cair sentado com o copo americano na mão e CHEIO DE BREJA (ESSE É BOTEQUEIRO).

    – Pegar a madrinha, que era 13 anos mais velha, no casamento da amiga.

    – Pegar uma professora de física da Unesp que estava no Juca (Jogos Universitários de Comunicação e Arte) com a filha. Detalhe que o maluco que acompanhava o corajoso não conseguiu pegar a filha por inaptidão.

    – Festa da empresa (sempre rende), menina trebada se interessa por um cara. Vai ao banheiro e envia um vídeo por torpedo. (usem a imaginação).

    – arremessar lata na cabeça de amigo ogro.

    – dar voadora no amigo depois da formatura e ninguém saber o motivo até hoje.

    – explicar para a mãe que: não é a quantidade de bebida que você ingeriu, mas o percentual alcóolico — também denominado gay lussac (sobrenome do cientista) — que o faz mijar tanto. Com o elevado teor alcóolico, há inibição do hormônio nefrídico ADH que é o responsável pela reabsorveção de água. Isso é uma das causas da ressaca.
    Tudo isso enquanto a enfermeira, assustada, aplica glicose às 2:30 da manhã de uma quarta-feira santa. Às 8 horas da manhã, o indivídio foi bebado com o carro para a aula do cursinho sobre compostos inorgânicos no feriado. Parou o carro no estacionamento do outro lado da avenida e demorou 20 min para atravessá-la.

    – ver amigos brincando socarem a mesa do churras com um soco inglês. Tonto bebado faz o mesmo sem nada e quebra a mão.

    – escorregar no ano novo, torcer o pé, tomar vários pisões e luxá-lo próximo das 3 da madruga. Idiota continua dançando até as 9 da manhã, qdo vai tomar café da manhã pulando q nem saci. Dorme até as 12, almoça, vai pro ambulatório dirigindo, volta enfaixado. No meio da tarde vai engessar o pé.

  2. UFA!
    terminei de ler..

    e identifiquei umas 8 (de 9) suas.
    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

  3. hahahahahaha
    Sem aloprar, mulek!
    É bem menos! hahahahaha

  4. Ahh, eu sou novinha ainda, ainda estou na fase de cometer ‘vergonheiras’ haha :p

  5. Olha quem voltou, a F5!

  6. nossa
    o comentário foi há 5h10 atrás
    hahahaha

  7. HAHAHAH, eu tou sempre aqui, so andei com muita preguiça na ultima semana =p

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: